Guilherme Mansueto/Magnus Futsal
Guilherme Mansueto/Magnus Futsal

Um dia após último jogo, Falcão se despede nas redes sociais: 'Obrigado, futsal'

Maior jogador da modalidade fez último jogo da carreira, no Parque São Jorge, pelo Sorocaba na decisão da Liga Paulista

Estadão Conteúdo

07 Dezembro 2018 | 12h26

Um dia depois de seu último jogo oficial, Falcão, o maior jogador de futsal de todos os tempos, escreveu uma mensagem nas redes sociais em agradecimento ao esporte no qual atuou nos últimos 29 anos.

"Querido futsal. Desde o dia que comecei a enrolar as meias do meu pai, amassar potes de iogurtes no colégio e pular muros pra te jogar, eu me apaixonei por você. Um amor tão profundo, que me entreguei por completo. Da minha cabeça e meu corpo ao meu espírito e alma", escreveu o agora ex-atleta, de 41 anos.

"Lembra dessa foto, paralisia facial, lesão na panturrilha e uma virada histórica, lembra? Um garoto sonhador como muitos no mundo, que escolheu você, 'futsal', para se apaixonar. Você me pediu raça, entrega e te dei muito mais, te dei meu coração", referiu-se à conquista do Mundial da Tailândia, em 2012.

"Joguei cansado, muitas vezes machucado, com muita dor, apenas porque você me pediu. Fiz tudo por você, porque você me fez sentir vivo, útil e feliz. Você realizou um sonho de menino e sempre vou te amar por isso. Mas não posso te amar obsessivamente por muito tempo. Essa temporada foi tudo que me restou pra te dar. Minha cabeça diz não, meu coração diz não, mas o meu corpo acusa e não é de hoje. É hora de dizer adeus."

E finalizou: "Mas tudo bem, as lembranças e imagens sempre eternas, nos momentos bons e ruins, sempre estivemos juntos! Choramos e sorrimos juntos, e isso ninguém tira. Nos demos um ao outro tudo que temos! Não importa o que farei daqui pra frente, sempre serei aquele garoto sonhador, enrolando as meias e imaginando o cronômetro 5...4...3 mais um chute 2...1.....0 não dá mais tempo. Obrigado, futsal! Fim."

Falcão atuou pela última vez na quinta-feira à noite, no Ginásio Wlamir Marques, no Parque São Jorge, pelo Sorocaba na decisão da Liga Paulista diante do Corinthians. Após vitória no tempo normal por 5 a 3 e empate sem gols na prorrogação, o título ficou com o time corintiano, vencedor no primeiro jogo no interior por 7 a 3 e dono de melhor campanha.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.