Uma virada incrível da Portuguesa

Time faz 3 a 2 no Náutico depois de estar em desvantagem de 2 gols

O Estadao de S.Paulo

17 de julho de 2008 | 00h00

A Portuguesa se reabilitou de três derrotas seguidas no Campeonato Brasileiro, ontem, ao conseguir incrível virada contra o Náutico, no Canindé. A equipe paulista perdia por 2 a 0 no intervalo, mas fez 3 a 2 na segunda etapa e saiu de situação incômoda na competição. Tem, agora, 15 pontos e está em posição intermediária na classificação. O Náutico parou nos 17.O resultado foi fundamental para o técnico Vagner Benazzi, que tinha o cargo ameaçado e foi criticado por parte da torcida antes do início do confronto. Depois, saiu de campo festejando bastante o triunfo e recebeu abraços dos jogadores.O primeiro tempo foi de horror para os torcedores da Lusa. Felipe, aos 14 minutos, e Gilmar, aos 32, abriram dois gols de vantagem para os pernambucanos, em jogo que marcou a reestréia do goleiro Sérgio no time da capital paulista.A Portuguesa, no entanto, voltou para o segundo tempo com muito mais empenho. Edno, aos 3, em bela cobrança de falta, diminuiu. Patrício, aos 38, igualou o placar. E Jonas, em chute forte de primeira, garantiu a virada.CRUZEIRO VICE-LÍDERO Cruzeiro assumiu o segundo lugar do Brasileiro, com 24 pontos, ao derrotar o Atlético-PR por 1 a 0, no Mineirão, gol de Elicarlos. Os mineiros se beneficiaram com o empate por 2 a 2 entre Grêmio - agora 3º (22) - e Sport (15), no Recife. Durval marcou os dois dos pernambucanos e William Magrão e Rodrigo Mendes fizeram para os gaúchos.O Botafogo, dirigido pela primeira vez em casa por Ney Franco, goleou o lanterna Ipatinga por 4 a 0. Zé Carlos, Wellington Paulista e Jorge Henrique (2) foram os autores dos gols. Os cariocas somam agora 15 pontos. O Ipatinga segue com 7, em situação delicada.MARCINHO DEIXA FLAMENGOHoje, o líder Flamengo encara o Coritiba, no Couto Pereira, às 20h30, sem seu artilheiro. O atacante Marcinho foi negociado, ontem, com o Al Jazira, dos Emirados Árabes, comandado por Abel Braga. "O Flamengo me valorizou muito", comentou Marcinho, satisfeito. "Os dirigentes não pesaram os episódios que aconteceram fora de campo."O Vasco busca a recuperação contra o Goiás, em São Januário. A outra partida da 12.ª rodada, também às 20h30, será entre Inter e Atlético-MG, no Beira-Rio, em Porto Alegre.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.