Uma vitória para ganhar moral

Palmeiras faz 3 a 0 no Barueri, mantém liderança no Estadual, espanta crise e ganha força para a Libertadores

Wilson Baldini Jr., O Estadao de S.Paulo

14 de março de 2009 | 00h00

O Palmeiras espantou a possibilidade de qualquer início de crise, voltou a vencer após três jogos e impossibilitou que o Corinthians lhe roubasse a liderança do Campeonato Paulista ao derrotar por 3 a 0 o Barueri, ontem à tarde, no Palestra Itália. O resultado foi mais importante para aumentar a confiança do time, que, se no Estadual tem praticamente garantida a vaga para a disputa das semifinais, na Taça Libertadores terá uma decisão dia 8 de abril, na Ilha do Retiro, diante do Sport. "Como pode se falar em crise, se estamos na liderança?", contestou o técnico Vanderlei Luxemburgo. "Quanto à Libertadores, muita gente está falando que estamos fora, mas vamos dar a volta por cima e seremos candidatos em potencial ao título."Durante todo o tempo o Palmeiras foi uma equipe diferente daquela que perdeu para o Colo Colo (1 a 3) e empatou com Corinthians e Ituano, ambos por 1 a 1. Com rápidas trocas de passes e movimentação constante no ataque, as chances foram surgindo com facilidade. O problema é que o artilheiro Keirrison não estava em uma tarde feliz. Foram quatro grandes chances desperdiçadas no primeiro tempo. Uma cabeçada para fora, uma finalização travada pela zaga do Barueri, um chute para fora após driblar o goleiro e um disparo forte na entrada da área, que passou perto.O Barueri, por sua vez, explorou muito bem os contra-ataques e levou perigo nas bolas alçadas na área. O veterano Basílio, de 36 anos, quase abriu o placar, mas a melhor oportunidade foi de Pedrão. Autor de oito gols no campeonato, o centroavante errou a cabeçada na pequena área, com o goleiro Bruno completamente batido.O segundo tempo começou e Keirrison perdeu mais dois gols feitos. Parecia que o K9 passaria em branco, mas a entrada de Lenny e Marquinhos deu mais velocidade ao time do Palmeiras. Além disso, Keirrison teve o apoio de Diego Souza. Em uma grande jogada individual, o meia só rolou para o camisa 9 palmeirense, que mostrou frieza para abrir o placar, aos 20 minutos. Como o Barueri não tinha mais força para os contra-ataques, o domínio do jogo ficou todo com o Palmeiras. Ainda mais depois da expulsão do volante Flávio, do Barueri.Daí para frente só deu Palmeiras, que ampliou com Diego Souza, após grande jogada de Lenny pela direita, com direito a bola no meio das pernas do zagueiro. Pierre, homenageado antes da partida por causa dos cem jogos pela equipe, completou o placar, em um bonito chute colocado. O Palmeiras segue invicto no Paulista e confiante para buscar uma vaga nas oitavas da Libertadores.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.