Uma vitória para quatro testemunhas

Por intermédio de uma liminar, grupo de torcedores consegue ver o Corinthians bater o Millonarios por 2 a 0, no Pacaembu, com gols de Guerrero e Pato

O Estado de S.Paulo

28 de fevereiro de 2013 | 02h06

Com uma liminar nas mãos, apenas quatro torcedores assistiram ontem, no Pacaembu, à primeira vitória do Corinthians na Taça Libertadores de 2013. Em clima de treino com o estádio praticamente vazio, por causa da punição imposta pela Conmebol após a morte do jovem Kevin Beltrán Espada na semana passada, em Oruro, na Bolívia, no empate com o San José, o atual campeão da América não teve grandes dificuldades para marcar 2 a 0, com gols de Guerrero e Pato, e somar mais três pontos.

Com o resultado, o Corinthians fica em segundo lugar no Grupo 5, com quatro pontos. A liderança é do mexicano Tijuana, que ontem goleou o San Jose por 4 a0 e alcançou seis pontos.

Como a enorme maioria da torcida corintiana não pôde entrar no estádio, ela se distribuiu pela cidade. Cerca de 70 torcedores se concentraram na Praça Charles Miller em frente ao Pacaembu, outros 600 foram até a sede da torcida Gaviões da Fiel, a dez quilômetros do estádio, acompanhar o jogo pelo telão.

"Esperamos contar com a torcida no próximo jogo, contra o Tijuana, pois jogar assim é muito ruim", disse o lateral-esquerdo Fábio Santos.

Goleador. O atacante Alexandro Pato mostra seu faro de gol e marca o segundo da equipe corintiana em um Pacaembu vazio

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.