Unisul empata série e provoca 5º jogo

A Unisul, de Santa Catarina, tem a vantagem de decidir em casa, contra a Wizard/Suzano, a vaga para a final da Superliga Masculina de Vôlei. A gaúcha Ulbra, já classificada, espera o adversário que sairá desse confronto desta terça-feira, na quinta e decisiva partida do playoff semifinal. O jogo será em Florianópolis. Suzano perdeu para a Unisul por 3 sets a 1 (35/33, 23/25, 18/25 e 22/25), no sábado, em casa, e deixou escapar a chance de fechar a série melhor-de-cinco. Com o resultado, a Unisul empatou a série por 2 a 2 e deixou o Suzano em situação delicada.A falta de tranqüilidade foi, na opinião do técnico Ricardo Navajas, o que prejudicou o desempenho do time de Suzano. ?O que atrapalhou foi a ansiedade. Após vencer o primeiro set, ainda contamos com a saída do levantador da Unisul. Quisemos fechar logo os sets e não é dessa forma que se tem de jogar. Agora, a vaga agora terá de ser conquistada em Florianópolis.?FEMININA - Na Superliga Feminina, neste domingo, o Automóvel Clube de Campos, no Rio, em uma partida equilibradíssima, conseguiu derrotar a fortíssima equipe do MRV/Minas, de Érika, Elisângela e da norte-americana Tom Logan, para empatar o playoff melhor-de-cinco por 1 a 1. O jogo, em Campos, foi ao tie break com parciais de 17/25, 25/22, 21/25, 25/21 e 22/20. A atacante Jaline, de Campos, fez 21 pontos para ser a maior marcadora da partida.No sábado, o BCN/Osasco abriu vantagem de 2 a 0 na série semifinal contra a Rexona, do Paraná, no sábado, com mais uma vitória por 3 sets a 0, parciais de 25/15, 25/23 e 25/20. Para adiar a decisão no playoff melhor-de-cinco, o Rexona precisa de vitória na quinta-feira, às 20h30, no ginásio José Liberatti, em Osasco (com SporTV). Com 17 pontos marcados e ótima eficiência no bloqueio, a ponteira Virna do BCN/Osasco foi eleita a melhor da partida. A oposto Bia, com 19 pontos, foi a principal pontuadora no jogo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.