United x Liverpool revê envolvidos em caso de racismo

Hoje, no Old Trafford, em Manchester, expectativa é se Evra cumprimentará Suarés, a quem acusou de tê-lo ofendido

O Estado de S.Paulo

11 de fevereiro de 2012 | 03h07

Maior autoridade mundial em Manchester United, Alex Ferguson costuma dizer que o duelo entre seu clube e o Liverpool é o mais importante da Inglaterra. Como a rivalidade entre as torcidas é enorme, cada clássico entre os gigantes do norte do país é quente, mas hoje, quando eles se enfrentarem pelo segundo turno do Campeonato Inglês, a temperatura será ainda mais alta, já que o francês Evra, lateral-esquerdo do United, e o uruguaio Luis Suárez, atacante do Liverpool, voltarão a ficar frente a frente. A partida será disputada às 10h45 (de Brasília).

Voltando no tempo: no primeiro turno, o clássico foi disputado em Liverpool e terminou empatado por 1 a 1. O duelo provocou uma controvérsia enorme na Inglaterra porque Suárez foi acusado por Evra de ter feito a ele ofensas racistas. Com base em imagens em vídeo, a Premier League (a liga que organiza o campeonato) considerou o uruguaio culpado e o suspendeu por oito partidas.

Como na Inglaterra existe um ritual pré-jogo em que os jogadores se cumprimentam, é enorme a expetativa para saber se Evra vai apertar a mão de Suárez hoje. Há quem aposte que o francês se recusará a cumprimentar o rival. Recentemente, no jogo entre Chelsea e Queens Park Rangers, esse ritual pré-jogo foi cancelado para evitar constrangimentos, uma vez que Anton Ferdinand (do QPR) acusa John Terry (do Chelsea) de também ter feito ofensas racistas a ele em um jogo anterior.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.