Universíade surpreende Daiane

A ginasta Daiane dos Santos - medalha de ouro no solo na Universíade, na Turquia - desembarcou na manhã desta quinta-feira em São Paulo e se disse surpresa com o nível técnico da competição. Segundo ela, muitos ginastas aproveitaram uma brecha no calendário internacional e incluíram a Universíade na agenda. ?Como não tinha Olimpíada, Copa do Mundo ou Mundial, o pessoal aproveitou e foi para a Universíade. Para mim foi muito bom, porque serviu para fazer uma boa avaliação?, explicou.Daiane confirmou que pretende aposentar o ?Brasileirinho?, composição de Waldir Azevedo e Pereira Costa, que ela usou em muitas de suas apresentações, inclusive na Olimpíada de Atenas. Por coincidência, o chorinho estreou com ouro na etapa carioca da Copa do Mundo no ano passado.A ginasta já começou a procurar uma nova música, mas admite que está complicado. ?O problema é que não pode ter percussão e é difícil música brasileira sem percurssão?, explicou. ?Eu estou aceitando sugestões?, avisou.Daiane se prepara agora para a etapa de Stuttgart da Copa do Mundo, marcada para outubro. Até lá, espera ter a nova coreografia.A medalha na Turquia foi a quarta consecutiva de Daiane em competições internacionais. Ela ganhou a final da Copa do Mundo, em Birmingham (dezembro de 2004), e as etapas de São Paulo (abril de 2005) e Paris (maio de 2005) da Copa do Mundo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.