Arquivo/AE
Arquivo/AE

Usain Bolt diz não se abalar com suspeitas de doping

Jamaicano afirma que ainda vai demorar algum tempo para as pessoas se convencerem de que ele está limpo

Agencia Estado

29 de outubro de 2009 | 18h12

O jamaicano Usain Bolt admitiu nesta quinta-feira que já está acostumado com as suspeitas de doping que rondam seu nome. Mas garantiu que não se abala com isso. "Assim que você começa a correr rápido, surgem problemas. Vou seguir correndo rápido e, sem dúvidas, estou limpo", afirmou o fenômeno do atletismo mundial.

Veja também:

especialA sombra das drogas no esporte

Diante das incríveis marcas que coleciona na vitoriosa carreira, Bolt acredita que ainda vai demorar algum tempo para as pessoas se convencerem de que ele não usa doping. "Há pessoas que vão continuar falando (sobre a possibilidade de doping), mesmo com o passar do tempo", lamentou o velocista jamaicano.

No Mundial de atletismo de Berlim, disputado em agosto, Bolt conseguiu bater seu próprio recorde mundial nos 100 e 200 metros. Assim, conquistou duas medalhas de ouro, repetindo a performance dos Jogos Olímpicos de Pequim, no ano passado, quando também venceu as duas provas com novo recorde mundial.

Bolt aproveitou a entrevista desta quinta-feira, em Londres, para elogiar o trabalho da Associação Internacional das Federações de Atletismo (Iaaf) no combate ao doping. "As pessoas sempre falam que o esporte tem tido muitos casos, mas estão acabando. A Iaaf está fazendo um bom trabalho de limpar o esporte", afirmou o jamaicano.

Tudo o que sabemos sobre:
atletismoUsain Bolt

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.