Usain Bolt vence, mas Brasil garante vaga no revezamento na Olimpíada do Rio

O Brasil já está classificado para os Jogos Olímpicos do Rio, em 2016, em duas das quatro provas de revezamento do atletismo. Neste sábado, os brasileiros carimbaram passaporte no 4x100 metros e no 4x400 metros masculino ao avançarem para as respectivas finais do Mundial de Revezamentos, em Nassau, nas Bahamas.

DEMÉTRIO VECCHIOLI, Estadão Conteúdo

02 de maio de 2015 | 21h05

Com Bruno Lins, Vitor Hugo dos Santos, Aldemir Gomes e Jorge Henrique Vides, o Brasil foi o segundo mais rápido da primeira das três baterias eliminatórias, com 38s64. Nem precisou esperar as outras séries porque os dois primeiros avançavam à final. A Jamaica chegou bastante à frente, com Usain Bolt fechando em 38s07, melhor marca da temporada. A Alemanha chegou em terceiro, com 38s73.

No 4x400 metros masculino, o Brasil deu relativa sorte no sorteio ao cair em uma série que tinha Bahamas (campeã olímpica), mas nenhuma outra equipe forte. Desde a primeira troca de bastão, os brasileiros, mesmos desfalcados de Anderson Henriques, melhor do País na prova, estiveram sempre ligeiramente atrás dos donos da casa, que venceram com 3min02s18.

Hugo de Souza, que completou a equipe formada por Pedro Luiz Oliveira, Wagner Cardoso e Henderson Estefani, ainda forçou contra Ramon Miller, mas não o suficiente para tirar a vitória dos donos da casa na série. Com 3min02s23, o Brasil ficou a 0s05 de Bahamas, mas sobrou sobre Cuba, a terceira colocada.

O Mundial de Revezamentos classifica para os Jogos Olímpicos os oito finalistas de cada uma das quatro provas olímpicas. Depois, outras oito vagas serão disponibilizadas aos melhores do ranking mundial de cada uma destas provas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.