Vaga em Atenas vale prêmio ao vôlei

A seleção brasileira de vôlei masculino segue invicta na Copa do Mundo do Japão, com três vitórias, e tenta nesta quinta-feira, às 7 horas, contra a Itália, novo triunfo para ficar ainda mais perto de uma vaga aos Jogos Olímpicos de Atenas 2004. Mas não é só a façanha de ir à outra Olimpíada que move os jogadores. A Confederação Brasileira de Vôlei (CBV) promete um prêmio de US$ 350 mil, dividido entre os 12 atletas e os oito integrantes da delegação, em caso de classificação e o dobro desse valor se conquistar o título do torneio. ?Esse é o acordo. A Confederação Brasileira dá o dinheiro e o distribui entre eles?, garantiu o presidente da entidade, Ary Graça, que acompanha o grupo em Hamamatsu.Nos últimos 12 meses, jogadores e comissão técnica já embolsaram US$ 900 mil. ?O Mundial da Argentina, em outubro do ano passado, valeu US$ 20 mil para cada um e, em julho do mesmo ano, foram outros US$ 500 mil com o título da Liga Mundial?, indicou Graça.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.