Vaga inédita emociona equipe brasileira

As brasileiras Monique Ferreira, Mariana Brochado, Ana Carolina Muniz e Paula Ribeiro conquistaram uma vaga inédita do revezamento 4 x 200 metros livre para a Olimpíada de Atenas, em 2004. Com o tempo de 8m13s13, novo recorde sul-americano da distância, elas chegaram em 12º lugar (as 12 primeiras equipes classificam-se automaticamente para os Jogos). A equipe masculina brasileira também conseguiu índice na mesma modalidade.O Brasil competiu na mesma série que Estados Unidos, Espanha, Grã Bretanha, Holanda e Hong Kong. No total, 18 equipes disputaram a distância. Nem bem saíram da cabeceira da piscina, aguardando o resultado, as brasileiras e a comissão técnica já comemoravam, com abraços e choro."Foram segundos que pareciam séculos à espera pela colocação. Olhei para as arquibancadas e vi o pessoal vibrando. Vi o número 12 já embaçado pelas lágrimas. Estou realizando um sonho", disse Mariana Brochado, segunda a cair na água, semifinalista e recordista sul-americana nos 200 metros livre em Barcelona. Paula Baracho, que fechou o revezamento, estava radiante. "Foi a primeira vez que fechei um revezamento e tentei fazer o melhor possível. Estou muito feliz porque este foi o resultado do esforço das quatro." Nesta sexta-feira, o Brasil terá outra vez Fernando Scherer, finalista nos 50 m borboleta, e Kaio Márcio Almeida, semifinalista dos 200 m do mesmo estilo.Scherer e Jáder Souza ainda disputam os 50 m livre. Kaio e Gabriel Mangabeira nadam os 100 m borboleta. Entre as meninas, Nayara Ribeiro e Carolina Muniz disputam os 800 m livre, Ivi Monteiro os 50 m borboleta e Talita Ribeiro nada os 200 m costas. A campeã paraolímpica em Sydney/2000 dos 100 m livre, Fabiana Sugimori, chegou em quinto lugar nesta quinta na prova em sua classe, S11 (deficiência visual).

Agencia Estado,

24 de julho de 2003 | 18h32

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.