Vagner Love relembra de suas origens

Nenhum palmeirense esquece daquela derrota para o Vitória em 2003, em que os baianos fizeram 7 x 2 em pleno Palestra Itália, pela Copa do Brasil. Apesar da vergonha que o time passou, o jogo serviu para que o técnico Jair Picerni resolvesse dar chance a alguns garotos que estavam na base. Um deles era Vagner Love. Hoje, em Salvador, o atacante enfrenta a equipe que está marcada na sua história. Foi há seis anos, em Salvador, que ele fez sua primeira partida como titular do Palmeiras. Os dois gols que fez contra o Vitória (3 a 1) não ajudaram o time a se classificar, mas Love começava a mostrar futebol que impressionou a torcida e o levou até o CSKA, da Rússia, no ano seguinte.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.