Vaiado, Moacir tem nova chance de apagar as críticas

A partida contra o modesto Noroeste, no Pacaembu, é uma boa chance para Moacir ganhar o apoio da torcida antes de voltar à Libertadores. Titular no lugar de Alessandro, que se recupera de catapora, o lateral-direito ainda é visto por muitos corintianos como vilão da queda do time na Libertadores de 2010. O pênalti cometido por ele no jogo de ida contra o Flamengo originou o gol da vitória carioca (1 a 0) no Rio, quando a partida se encaminhava para o empate sem gols. Uma prova de que Moacir ainda não se livrou das críticas foi as vaias recebidas pelo lateral na estreia no Estadual, diante da Portuguesa. "Acredito que ele tenha a condição de amadurecer. Por vezes, ser criticado é da profissão. Tem de absorver", disse Tite, que elogiou o crescimento do dono provisório do setor direito. "O torcedor está observando. Contra a Lusa, a torcida apoiou depois que ele fez alguns lances corretos."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.