Valdivia agradece ao Botafogo, mas fica no Palmeiras

O Botafogo bem que queria, mas Valdivia já avisou que, neste momento, prefere continuar no Palmeiras. "Acham que em um momento desses eu iria deixar vocês? Gosto muito do Caio Junior, mas minha família é o Palmeiras", escreveu o meia no twitter, em mensagem aos torcedores.

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

09 de maio de 2011 | 00h00

Caio Junior, técnico do Botafogo, já trabalhou com Valdivia no Palmeiras e se tornou amigo do chileno, que mantém um relacionamento estritamente profissional com Luiz Felipe Scolari. Só que o chileno é ídolo da torcida, titular do time e mesmo em um momento delicado - o Palmeiras precisa reverter os 6 a 0 aplicados pelo Coritiba para continuar na Copa do Brasil - pretende ficar.

Valdivia ficou agradecido pelo interesse do clube carioca, mas quer mostrar que valeu a pena o Palmeiras pagar um valor alto para tirá-lo do futebol árabe. "Agradeço ao interesse do Botafogo e do Caio, mas minha intenção é tentar pagar a dívida aqui", afirmou o jogador.

No último post, o meia do Palmeiras agradeceu à torcida botafoguense pelo apoio diante da possibilidade de se transferir para o Rio. "Obrigado pelo carinho que nem sabia que vocês tinham por mim... Mas quero ter uma história bonita aqui dentro do Palmeiras", concluiu o chileno.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.