Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

''Valeu nossa persistência'', diz lateral

Assim que o confuso árbitro Domingos de Jesus Viana Filho, do Pará, apitou o fim de jogo no Pacaembu, todos os corintianos do banco de reservas partiram para cima de André Santos. O goleiro Felipe fez questão de atravessar o campo para cumprimentar o companheiro. O lateral-esquerdo foi o herói da vitória por 1 a 0 sobre o Barueri."Valeu nossa persistência, não desistimos até o final", comemorou o jogador. "Esta luta mostra o quanto queremos chegar ao título", seguiu, radiante, como se o time tivesse conquistado uma Copa do Mundo. "Como disse durante a semana, não importa quem faça o gol, se for de bico, de barriga, o que vale é a vitória e hoje eu fui premiado", afirmou."Merecemos, pois buscamos o resultado os 90 minutos. Ou melhor, por uns 60, já que em 30 eles ficaram fazendo tempo", cutucou o argentino Herrera, irritado com a cera do time do Barueri.Sempre sereno, o capitão William elogiou o espírito de luta corintiano. "Vimos durante a semana o Peru buscar o empate com a Argentina no fim (1 a 1, em Lima). O Avaí virou diante do Fortaleza nos acréscimos (fez 2 a 1 no Sul). Não desistimos de lutar e, diante de um rival difícil, com marcação forte, conseguimos somar três importantes pontos", observou. "Foi uma vitória sofrida, mas em nenhum momento deixamos de acreditar nela."

O Estadao de S.Paulo

14 de setembro de 2008 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.