''Vamos juntar os cacos'', diz treinador

Após a goleada que o Santos sofreu diante do Goiás, por 4 a 1, no sábado, a preocupação do técnico Márcio Fernandes é evitar que os jogadores se desestabilizem. "Nosso trabalho será para que a equipe levante a cabeça e reaja", disse. "Vamos juntar os cacos. Temos um grupo unido, consciente do seu poderio e não vamos permitir que um tropeço estrague tudo." Domingo o Santos enfrenta a Portuguesa, na Vila Belmiro.

O Estadao de S.Paulo

22 de setembro de 2008 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.