Vampeta volta com língua afiada

Volante reestréia, mas no Corinthians B

Daniel Akstein Batista, Guarulhos, O Estadao de S.Paulo

21 de julho de 2007 | 00h00

Quando Rafael Fefo fez o gol do Corinthians B, na tarde de ontem, um torcedor que estava nas arquibancadas rubro-negras do estádio do Flamengo, em Guarulhos, gritou: ''''Viu, Vampeta, é assim que se faz!'''' Sim, a mensagem foi direta para o volante, que fez sua reestréia com a camisa alvinegra. O retorno ao Corinthians pode não ter sido como ele imaginava (no 1 a 1 com o São José, pela 2ª rodada da Copa FPF), mas saiu com um largo sorriso do campo. ''''O bom filho à casa torna'''', falou o atleta de 33 anos, que atuou os 90 minutos.Vampeta se reapresentou ao Corinthians há dois meses, totalmente fora de forma. Perdeu 7 quilos, assinou contrato até o fim do ano. Agora, espera jogar pelo time principal domingo, contra o Náutico, no Morumbi - seu nome ainda não apareceu no BID da CBF.A presença do volante em campo chamou a atenção da mídia esportiva. Nem tanto dos torcedores. Um deles chegou a perguntar: ''''O Vampeta está jogando mesmo?'''' Sim, estava. Camisa 5 e capitão do time, destacava-se no meio da garotada de 17, 18 anos.Alguns torcedores pegaram no pé do veterano atleta e gritaram ''''gordo'''' em vários momentos. Gordo ele não está. Mas ainda é preciso ritmo de jogo. Experiente, pouco correu durante os 90 minutos e concentrou sua participação no círculo central do campo. Passes errados? Poucos. E muita orientação aos companheiros. ''''Ele nem precisa correr, né?'''', perguntou o atacante Sílvio Júnior. ''''Ele melhorou muito'''', falou Marcelinho, camisa 9 do time B.Vampeta gostou de sua atuação. ''''Sempre dou nota 10 pra mim'''', brincou. Ele estava há mais de um ano sem fazer um jogo oficial.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.