Vanderlei fatura com palestras

A agenda de Vanderlei Cordeiro de Lima, após a conquista da medalha de bronze nos Jogos Olímpicos de Atenas, quando sofreu ataque do ex-padre irlandês Cornelius Horan durante a maratona, está cheia de compromissos. De homenagens a novas oportunidades profissionais. Ele já foi, inclusive, contratado por uma multinacional holandesa da área de finanças, com sede em Eindhoven, a De Lage Landen, para dar palestras aos seus funcionários.Vanderlei fará quatro palestras por ano, em países que a empresa determinar - a primeira já foi realizada, em Eindhoven, de onde Vanderlei chegou nesta quarta-feira. Ele também já agendou mais três dias de palestras na Unilever, dias 25, 26 e 28.Além da palestra, Vanderlei e o técnico Ricardo D?Angelo foram à Holanda para confirmar com a Global, a agência que administra a sua carreira no exterior, as propostas para sua próxima maratona. Ele tem preferência pela Maratona de Tóquio, em fevereiro, com cachê de entrada de US$ 100 mil (mais bônus por resultados). A segunda opção é a Maratona de Bepwa, em março, no Japão, e a terceira, a de Londres, em abril. A decisão será tomada até o fim do mês."Temos simpatia por Tóquio, mas como é a primeira do calendário, será preciso verificar se Vanderlei estará pronto", explicou Sérgio Coutinho Nogueira, da BM&F Atletismo. Para o técnico Ricardo D?Angelo, o importante é ser uma maratona rápida. Vanderlei quer melhorar seu tempo no ranking brasileiro e assegurar vaga no Mundial de Hensinque, em 2005, entre os três melhores do País.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.