Vanderlei quer ficar entre os dez na SS

O maratonista Vanderlei Cordeiro de Lima, principal fundista do Brasil, melhorou o seu tempo e garantiu o índice olímpico para disputar a maratona nos Jogos de Atenas, com o tempo de 2h10min38. A marca foi obtida na Maratona de Fukuoka, no dia 7, e o período de recuperação desde a prova do Japão não foi suficiente para o atleta pensar em pódio na Corrida Internacional de São Silvestre, nesta quarta-feira. ?Estou entrando sem compromisso. Estou em fase de recuperação, fiz apenas um treino de manutenção. Se eu terminar entre os dez primeiros ficarei muito feliz. Mas sou realista e se não chegar entre os primeiros também estou satisfeito.? O treinamento de Vanderlei, de 34 anos, 1,68 metro e 54 quilos, visa competir uma maratona, em abril, antes dos Jogos Olímpicos, em agosto. ?Tenho uma posição relativamente tranqüila (além dele, apenas André Luís Ramos tem o índice no Brasil), mas penso em ainda melhorar o meu tempo em abril.? Vanderlei falou das dificuldades que os atletas encontrarão nos 15 quilômetros da São Silvestre ? ?um início de prova muito rápido, na descida da Consolação, onde é preciso dosar o ritmo, o calor e a umidade, provavelmente ainda mais intensos no horário da prova feminina, e a subida da Avenida Brigadeiro Luiz Antônio?. Ele espera que sua experiência conte mais que a forma física para surpreender. Admite o favoritismo dos quenianos, mas observa que alguns brasileiros, como Marilson Gomes dos Santos e Rômulo Wagner da Silva, podem estar no pódio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.