Vasco empata e perde chance de ser vice-líder

Em casa diante do Coritiba, um dos piores times do campeonato, equipe carioca vira o jogo, mas não sustenta vitória

RIO, O Estado de S.Paulo

17 de agosto de 2012 | 03h03

O Vasco perdeu uma grande chance de pular para a vice-liderança do Campeonato Brasileiro ao empatar em 2 a 2 com o Coritiba, ontem, à noite, em São Januário. Com o resultado a equipe carioca sustentou a terceira colocação, agora com 35 pontos,

O Coritiba teve amplo domínio do jogo no primeiro tempo. Bem fechado, apostou nos contra-ataques, surpreendeu os donos da casa e fechou com a vitória parcial por 1 a 0 - gol do volante Júnior Urso aproveitando uma boa jogada de Everton Ribeiro, em um contragolpe, aos 21 minutos.

Depois de sofrer o gol, o Vasco abriu o jogo para buscar o empate, cedeu terreno para a equipe paranaense e só não levou mais dois gols por falta de pontaria dos jogadores do Coritiba.

Nos últimos cinco minutos, Juninho Pernambucano e Fabrício foram advertidos com o cartão amarelo. Na saída para o intervalo, Juninho disse que o Vasco estava sem confiança.

Chance perdida. No início do segundo tempo, Carlos Alberto fez uma bela jogada e serviu Felipe para empatar, aos 3 minutos. O gol devolveu ao time carioca a certeza de que poderia vencer a partida e encostar no Atlético-MG, líder com 39 pontos, e ultrapassar o Fluminense, segundo colocado, com 36. Alecsandro teve duas chances para desempatar com duas boas cabeçadas, mas o goleiro Vanderlei, com duas boas defesas, evitou o gol.

Quando a torcida vascaína não tinha mais esperança da virada, Juninho Pernambucano mandou a bola na área e Wendel subiu para cabecear, a bola bateu em Jonas e voltou para Wendel que não desperdiçou, aos 42.

São Januário explodiu de alegria. Era vitória certa e o terceiro lugar garantido. Mas, a festa durou pouco,

Aos 44 minutos, Everton Ribeiro empatou o jogo, aproveitando passe de cabeça de Escudero, dentro da grande área, depois da cobrança de uma falta da intermediária.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.