Vasco joga pressionado para retomar a liderança

O Vasco tem a chance de retomar a liderança do Brasileiro diante do Atlético-GO, hoje, às 20h30, em São Januário, Os jogadores sabem, porém, que o time goiano vai fazer de tudo para atrapalhar. Por isso, a pressão é redobrada. "A gente sabe da responsabilidade. O Atlético não disputa o título, está em uma posição intermediária, mas vai querer vencer. Temos de ter concentração máxima", alertou Diego Souza, destaque da goleada (4 a 0) sobre o Grêmio.

LEONARDO MAIA / RIO, O Estado de S.Paulo

22 de setembro de 2011 | 03h03

O técnico Cristóvão Borges confirmou a escalação de Juninho Pernambucano. Mesmo sem ter participado do treino de ontem, o meia, que esteve durante a semana passada em viagem à França, vai para o confronto. "Não tenho preocupação, pois o Juninho está em condições de jogar. A sua última partida foi muito boa e por isso começa jogando. Além disso, é experiente, soma muito para o restante do grupo", argumentou Cristóvão.

Ele disse que Ricardo Gomes, que passou 21 dias internado em consequência de um Acidente Vascular Encefálico (AVE) e desde o início da semana recupera-se em casa, já acompanha o Vasco. "Todos os dias faço uma visita na casa do Ricardo. Ele está muito bem e acompanha tudo o que acontece. Conversa, brinca e ri bastante'', contou.

O Atlético terá dois desfalques: Adriano dá lugar a Rafael Cruz na lateral direita e Leonardo substitui Gilson na zaga.

Tabu no Sul. O Botafogo derrotou o Grêmio pela última vez no Olímpico em 1995. A versão 2011 do Alvinegro quer repetir hoje, a partir das 20h30, aquele feito e outro ainda mais importante. Ao fim daquela campanha, o time foi campeão brasileiro.

Elkeson retorna hoje de suspensão para recolocar a equipe no rumo das vitórias depois de uma derrota e um empate. "Tabu existe para ser quebrado. Vamos a Porto Alegre para impor nosso ritmo. Sabemos da força do Grêmio lá dentro, mas para brigar pelo título temos de vencer fora de casa", diz Elkeson.

O Grêmio não terá o zagueiro Saimon e o lateral Julio Cesar, suspensos. Lúcio, Gabriel e Willian Magrão, machucados, também não jogam.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.