Vela rende três ouros para o Brasil no Pan-Americano

Favorito, Robert Scheidt não acompanha companheiros e fica fora do lugar mais alto do pódio

28 de julho de 2007 | 17h10

Apesar do mau tempo, os brasileiros conseguiram conquistar neste sábado três medalhas de ouro na vela, em disputas na Lagoa Rodrigo de Freitas. Ao todo, o Brasil encerrou sua participação na vela nos Jogos Pan-Americanos com sete medalhas: três de ouro, duas de prata e duas de bronze.   Veja também:  O quadro de medalhasOs detalhes das modalidades em disputa   Os velejadores começaram a se aglomerar na Lagoa Rodrigo de Freitas por volta das 11 horas, esperando pelo vento. Como este não se fez presente, as competições tiveram de largar com quase três horas de atraso.   As vitórias brasileiras aconteceram com os velejadores das classes J24, RS:X masculino e Snipe, as pratas foram na Laser e na RS:X feminina, enquanto os bronzes vieram no Lightning e na Laser Radial.   Dos medalhistas de ouro, a maior festa foi de Ricardo Winicki, o Bimba, que faturou o bicampeonato Pan-Americano no RS:X. O brasileiro, que ficou em segundo na Medal Race, acabou na frente do argentino Mariano Reutemann.   No Snipe, os velejadores Alexandre Paradeda e Pedro Tinoco levaram o ouro ao perderem apenas 14 pontos na competição. Eles ficaram com quatro pontos de vantagem sobre os uruguaios Alexandre Paradeda e Pedro Amaral.   O outro ouro chegou com a equipe da J24 do capitão Maurício Santa Cruz, composta por Carlos Jordão, Alexandre Silva e Daniel Santiago. Eles terminaram com 18 pontos perdidos, contra 21 dos argentinos Alejo Rigoni, Brusa Peri, Duarte Argerich e Gustavo González.   Dentre as pratas, o destaque ficou para o brasileiro Robert Scheidt, que apesar de ser o favorito, não conseguiu superar o norte-americano Andrew Campbell na classe Laser.   Bicampeão olímpico de Laser em Atlanta/96 e Atenas/2004 e prata em Sydney/2000, Scheidt mudou para a classe Star para a disputa do Mundial - ele participou de apenas uma competição na Laser antes do Pan do Rio, exatamente a seletiva para a competição, realizada em fevereiro.   Essa foi a última grande participação de Scheidt na Laser. Agora, ele se dedicará exclusivamente à Star para a Olimpíada de Pequim - ele compete ao lado de Bruno Prada.   Os outros atletas medalhistas foram Patricia Castro (prata no RS:X feminino); Adriana Kostiw (bronze no Laser Radial) e a equipe formada por Claudio Biekarck, Gunnar Ficker e Marcelo Silva (o bronze na Lightning).   Além dessas conquistas, o Brasil participou de mais duas provas: Bernardo Low-Beer, da Sunfish, ficou de fora da final, enquanto os velejadores Bernardo Arnt e Bruno Oliveira, que lideravam a classe Hobie Cat, foram desclassificados após protesto de cinco rivais - a organização diz ter encontrado irregularidades no mastro do barco brasileiro.

Tudo o que sabemos sobre:
velaPan 2007

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.