Vela: Semana de Ilhabela quer crescer

O sucesso da 29ª Semana de Vela de Ilhabela, maior evento náutico da América Latina, com o número recorde de 178 barcos inscritos e 1.250 velejadores, confirma a tendência de internacionalização do evento. Para 2003, a D&S, promotora da Semana de Vela, planeja realizar um trabalho de relações públicas em clubes de velejadores de outros países. "A idéia é ter ainda mais competidores de fora", diz Edgar Rombauer, diretor da D&S. Este ano, o evento atraiu 55 velejadores e 4 barcos estrangeiros e deve gerar negócios da ordem de R$ 6 milhões, considerando-se principalmente os setores de turismo, lazer e comércio.Rombauer acredita que o evento já deixou de ser apenas uma semana de vela. "Toda a cidade fica envolvida. Ilhabela ?comprou? a competição e isso reforça o glamour que adquiriu ao longo dos anos." Pelo fato de ocorrer em um mês de férias, a Semana de Vela de Ilhabela costuma atrair grande número de pessoas ligadas ao esporte. Segundo ele, esta edição entrou para história da vela de oceano no Brasil. "Foram investidos mais de R$ 700 mil, sem contar o valor gasto pelos responsáveis pelos barcos de ponta."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.