Velocista americana devolverá medalha

A velocista norte-americana Inger Miller, campeã nos 200 m no Mundial de Sevilha, em 1999, terá de devolver a medalha de bronze conquistada no Mundial Indoor de Maebashi, Japão, nos 60 m, no mesmo ano. Inger usou cafeína, um estimulante proibido. Em Pequim, as chinesas Liu Jing, Yang Xuewie e Qiu Xuexiong foram suspensas, por dois anos, por resultados positivos em exames antidoping.

Agencia Estado,

15 de outubro de 2001 | 19h26

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.