Pierre-Philippe Marcou/AFP - 31/7/2010
Pierre-Philippe Marcou/AFP - 31/7/2010

Velocista desafia o tempo e disputa Europeu de Atletismo aos 52 anos

Jamaicana naturalizada eslovena, Merlene Ottey conquistou oito medalhas olímpicas e vai disputar 4 x 100 m em Helsinque

estadão.com.br

19 de junho de 2012 | 09h50

LIUBLIANA - Ela não cansa de desafiar o tempo. Dona de oito medalhas olímpicas, a velocista Merlene Ottey está confirmada para o revezamento 4 x 100 metros da Eslovênia no Campeonato Europeu de Atletismo - aos 52 anos. O torneio será realizado em Helsinque (Finlândia), entre os dias 27 de junho e 1º de julho.

 

Merlene nasceu em Cold Spring, na Jamaica, no dia 10 de maio de 1960. Sua primeira aparição no cenário internacional do atletismo aconteceu em 1979, quando ganhou a medalha de bronze nos 200 m dos Jogos Pan-Americanos de San Juan. No ano seguinte, a velocista participou de sua primeira Olimpíada, em Moscou, onde estreou no pódio: bronze nos 200 m. Representou a Jamaica em outras cinco edições: Los Angeles/2004, Seul/1988, Barcelona/1992, Atlanta/1996 e Sydney/2000. Ganhou mais sete medalhas: duas pratas (200 m em Atlanta e 4 x 100 m em Sydney) e cinco bronzes (100 m e 200 m em Los Angeles, 200 m em Barcelona, 4 x 100 m em Atlanta e 100 m em Sydney).

 

Em 1998, Ottey mudou para a Eslovênia. Depois do 3º lugar nos 100 m nos Jogos de Sydney, quando tinha 40 anos, a atleta acusou a Federação de Atletismo da Jamaica de boicote. "Depois de Sydney, eu disse que nunca mais iria correr uma prova pela Jamaica. Eu senti que os jamaicanos estavam tentando me colocar para fora do esporte e eu realmente precisava provar meu ponto de vista. Eu poderia ter 40 anos, mas ainda tinha muito o que correr."

 

Naturalizada desde 2002, Merlene disputou a Olimpíada de Atenas, em 2004, por seu novo país. Chegou às semifinais dos 200 m, mas não conseguiu terminar a prova, por um problema muscular. Consagrou-se, entretanto, como a competidora que mais vezes teve participações olímpicas na história do atletismo, com 52 provas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.