Velocistas gregos renunciam aos Jogos

Os velocistas gregos Kostas Kenteris e Ekaterini Thanou escolheram dos vexames o menor e renunciaram a participação na Olimpíada de Atenas. A dupla, mais o técnico Christos Tzecos, entregaram as credenciais e anunciaram a desistência dos Jogos durante sessão do Comitê Disciplinar do Comitê Olímpico Internacional (COI), que investigava o porquê da dupla não atender a convocação para o exame antidoping no dia 12.O caso começou quando Ekaterini, vice-campeã olímpica dos 100 metros em Sydney, e Kenteris, atual campeão olímpico e mundial dos 200 metros, foram chamados para exame surpresa, conforme previsto nas regras olímpicas e da Agência Mundial Antidoping. O chefe da delegação grega não encontrou os dois na Vila Olímpica e o técnico da equipe de atletismo justificou afirmando que eles haviam saído para buscar objetos pessoais. Horas depois, a imprensa local foi informada que a dupla teria sofrido um acidente de moto e estava internada num hospital. Os dois renunciaram, mas o COI encaminhou o caso à Federação Internacional de Atletismo, que pode punir os atletas por fuga do controle antidopagem. Não é descartada a possibilidade de bani-los de olimpíadas futuras.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.