Darren McCollester/AFP
Darren McCollester/AFP

Venezuelano com distrofia muscular é último na Maratona

Maickel Melamed completou prova em Boston após 20 horas

Estadão Conteúdo

21 de abril de 2015 | 11h34

Um inspirador corredor venezuelano com distrofia muscular foi o último competidor a cruzar a linha de chegada da Maratona de Boston, cerca de 20 horas depois do começo da prova, que foi vencida na última segunda-feira pelo etíope Lelisa Desisa e pela queniana Caroline Rotich.

Maickel Melamed cruzou a meta por volta das 5 horas da manhã (horário local) desta terça-feira, após correr sob uma forte chuva, com trovoadas, nos últimos quilômetros. Melamed, de 39 anos, tem uma distrofia muscular que afeta severamente os seus movimentos.

O venezuelano foi acompanhado durante o percurso por voluntários, e foi recebido na chegada por dezenas de amigos e simpatizantes, que o aplaudiram. Melamed já participou das Maratonas de Chicago, Nova York, Berlim e Tóquio, mas disse que a de Boston é especial por se tratar da cidade onde seus pais o levaram quando era criança para receber tratamento médico.

Tudo o que sabemos sobre:
atletismoMaratona de Boston

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.