Venturini está fora de Pequim

Zé Roberto, fiel a critérios, não chama levantadora e promove retorno de Mari e Valeskinha

Rio, O Estadao de S.Paulo

21 de abril de 2008 | 00h00

file://imagem/93/jose.jpg:1.93.12.2008-04-21.27 O técnico José Roberto Guimarães foi fiel a seus critérios de convocação e não chamou a levantadora Fernanda Venturini para a seleção feminina de vôlei que disputará a temporada 2008, incluindo a Olimpíada de Pequim, em agosto. Conforme adiantou o Estado na edição da quarta-feira, Zé Roberto só chamaria atletas que estivessem atuando em seus clubes e também tivessem participado de outras competições do time nacional. "Foi uma decisão muito trabalhada e conversada", contou o técnico. "Durante esse ciclo olímpico, as jogadoras mantiveram sempre uma conduta e obedeceram regras. Não seria justo mudar o que foi um ponto fundamental. Lamento, mas a Fernanda não faz parte da convocação. Pelos critérios e regras, não seria justo com as atletas que participaram do processo, entre viagens, concentração, treinos e jogos."Fernanda, de 37 anos, participou de quatro Olimpíadas e está aposentada desde o ano passado. Mas, em abril, resolveu enviar um e-mail para Zé Roberto pedindo uma chance na seleção. Os dois tiveram problemas durante a campanha olímpica de Atenas-2004, quando Fernanda teria levado ao marido, Bernardinho, informações da seleção feminina para discutir erros e acertos."A Fernanda teve muita humildade, isso é bastante louvável. Tínhamos pendências desde 2004 e as resolvemos", ressaltou Zé Roberto, dizendo ainda que a decisão de não chamar a atleta foi tomada em uma reunião de 1h30 na Confederação Brasileira de Vôlei. "Resolvemos tudo e não ficaram rancores, mágoas ou seqüelas. Estou feliz, agradeço, mas disse a ela que a convocação era uma coisa completamente diferente."A respeito das 14 convocadas, duas novidades. Zé Roberto promoveu o retorno da oposto Mari, que foi cortada depois do Pan, quando saiu-se mal, de acordo com o técnico. Quem também volta é a ponta Valeskinha, que não era chamada desde meados de 2006. Justificou a convocação de ambas pela versatilidade das atletas."A Mari é uma jogadora versátil. Posso utilizá-la como ponta e oposto. Como ponteira, tem crescido bastante na Itália (joga no Pesaro)", explicou o treinador. "Já a Valeskinha vem para somar. Ela tem se destacado na Itália (atua no Novara), com eficiência no passe e no ataque. Ela é versátil, além de já ter sido capitã da seleção e de clubes".O Brasil disputará três amistosos contra os Estados Unidos, em junho, e o Grand Prix, em seguida, no mesmo mês. Em julho, Zé Roberto terá de cortar duas jogadoras para definir as 12 atletas que disputarão a Olimpíada.AS CONVOCADASLevantadoras: Carol Albuquerque e FofãoPonteiras: Jaqueline, Paula Pequeno, Sassá e ValeskinhaCentrais: Carol Gataz, Fabiana, Thaisa e Walewska Opostas: Joycinha, Mari e SheillaLíbero: Fabi

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.