Vermelho é cor da vitória, diz pesquisa

O uso de uniformes vermelhos pode trazer vantagem em uma competição esportiva, segundo cientistas britânicos da Universidade de Durham, na Inglaterra. A pesquisa, publicada na revista Nature, sugere que vestir vermelho aumenta as chances de vitória em competição física em uma gama ampla de esportes.Segundo os pesquisadores, o efeito pode ser resultado de uma reação profunda, ligada à evolução, que funciona inconscientemente, colocando os adversários na defensiva. Para eles, é preciso pensar mais profundamente sobre a escolha de cores de vestimentas esportivas.Pesquisas anteriores mostraram que os níveis do hormônio masculino testosterona são mais elevados em jogadores de futebol quando eles disputam um jogo em casa. Um dos autores desta nova pesquisa disse que tal resposta pode estar funcionando também no caso do vermelho."Ainda não sabemos se o vermelho reduz a testosterona do adversário ou aumenta os níveis desse hormônio no indivíduo usando a cor. Vamos pesquisar isso", disse Barton. "Meu palpite é que existe um pouco de ambos em ação."Barton e seu colega Russell Hill estudaram quatro modalidades esportivas durante a Olimpíada de Atenas, em 2004: pugilismo, taekwondo, luta livre e luta greco-romana.Eles constataram que nas quatro modalidades, aqueles que disputaram usando vermelho venceram um número significativamente maior de lutas.Os pesquisadores alertam que isso não reduz a importância de fatores como habilidade e força.A análise profunda dos dados mostrou que a vantagem da cor influenciou apenas quando os competidores tinham condições semelhantes.A influência do vermelho pode ter raízes em nosso passado.No mundo animal, o vermelho está ligado a condicionamento físico, agressão e altos níveis de testosterona. Os machos babuínos mandril, por exemplo, têm a coloração vermelha na face, nas nádegas e na genitália, que eles usam para comunicar aos outros machos sua habilidade de lutar."Nas demonstrações de animais, o vermelho é um sinal honesto da condição ou da qualidade do indivíduo", disse Barton. "O fluxo de sangue para a periferia do corpo, para os músculos, para o rosto, não é algo que se possa fingir."O biologista John Lazarus, da Universidade de Newcastle, disse estar intrigado pelo resultado da pesquisa, mas não estava convencido de que o vermelho tem um significado particular em relação às outras cores como um sinal de dominação. "Outras espécies, como os macacos-vervet têm testículos azulados e aqueles em que a cor é mais forte são dominantes", explicou.Os pesquisados da Universidade de Durham também fizeram análises preliminares dos resultados da Eurocopa de 2004, em Portugal, e constataram que cinco times tiveram resultados melhores quando jogaram de vermelho.Segundo Barton, "há mais times que usam vermelho na primeira e na segunda divisão do futebol inglês do que o acaso permitiria esperar".Os três times que dominaram o futebol inglês nos últimos 50 anos, Liverpool, Manchester United e Arsenal, usam uniformes vermelhos.Outros fatores, como dinheiro, claramente têm forte influência sobre a capacidade do clube de conquistar campeonatos.O cientista sugere que as constatações podem ter implicações para regulamentos sobre uniformes em competições. "Não iríamos tão longe a ponto de sugerir o que deveria ser feito. Mas algo possivelmente interessante é que em muitos esportes britânicos costumava existir a regra que os competidores tinham que usar branco", disse Barton. "Eu me pergunto se isso não era um alerta subconsciente da necessidade de se criar igualdade de condições."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.