Vermelho para Ribéry também em campo

Nervoso em meio a tanta polêmica envolvendo seu nome, craque faz falta violenta e é expulso na vitória do Bayern

, O Estado de S.Paulo

22 de abril de 2010 | 00h00

MUNIQUE

Franck Ribéry, Karim Benzema e Sidney Govou, da seleção da França, foram citados em um escândalo de prostituição e pedofilia que ameaça a participação dos atletas na Copa. Em entrevista ao jornal Le Monde, a prostituta francesa Zahia Dehar diz ter mantido relações sexuais com os três nos últimos anos, quando ela ainda era menor de idade.

Em meio à polêmica, Ribéry decepcionou e acabou expulso ontem na vitória de seu time, o Bayern de Munique, por 1 a 0 sobre o Lyon, pelo jogo de ida das semifinais da Copa dos Campeões. Govou também esteve em campo no jogo de Munique, defendendo o Lyon.

Ribéry e Govou já foram à polícia francesa para depôr e alegaram inocência. Benzema deve ser chamado em breve. Na imprensa do país, Zahia Dehar, hoje com 18 anos, vem sendo chamada de "A Barbie dos Bleus". O caso segue sob investigação e pode resultar em pena de um a três anos de prisão, além do afastamento dos jogadores da Copa do Mundo na África do Sul.

Nervosismo. Estrela do time de Munique, Ribéry não conseguiu repetir ontem as boas atuações e foi expulso no fim do primeiro tempo, complicando ainda mais um duelo bastante disputado. Mas, para a sorte do Bayern, o holandês Arjen Robben sempre aparece para decidir. Robben marcou dois belos e decisivos gols diante da Fiorentina nas oitavas de final e contra o Manchester United, nas quartas. Ontem, soltou a bomba aos 24 minutos da etapa final para vencer o bom goleiro Hugo LLoris, titular da seleção francesa, e garantir a vantagem mínima.

Após marcar, ainda com um a menos, a equipe alemã pouco se arriscou e se preocupou em manter o placar. Sem Ribéry, basta agora um empate na França, para que o Bayern volte a disputar a final da Copa dos Campeões após nove anos - em 2001, foi campeão em cima do Valencia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.