Vettel e Weber vão para cima de Alonso na Ásia

Com o GP de Cingapura, domingo, 14.º do campeonato, restam ainda sete etapas para o encerramento da temporada. Portanto, quem está atrás na classificação deve reagir já. É o caso da Red Bull, líder entre os construtores, mas com seus pilotos, o bicampeão do mundo, Sebastian Vettel, e Mark Webber, apenas na quarta e quinta colocações, com 140 e 132 pontos, diante de 179 do líder do Mundial, Fernando Alonso, da Ferrari.

LIVIO ORICCHIO, O Estado de S.Paulo

19 de setembro de 2012 | 03h06

Depois de abandonar a corrida de Monza, dia 9, Vettel afirmou ao Estado, para explicar a pouca competitividade: "Felizmente nas próximas três ou quatro provas não há grandes retas. Nosso maior problema é a falta de velocidade nas retas. Deveremos lutar pelas vitórias". O traçado de rua da etapa noturna do calendário se assemelha ao de Valência, na Espanha, onde este ano Vettel impôs impressionante vantagem aos concorrentes. Abandonou por quebra do alternador, o mesmo problema que o fez parar em Monza, mas até a entrada do safety car o alemão da Red Bull estava 25 segundos na frente do segundo colocado.

A prova representa outra oportunidade para Felipe Massa e Bruno Senna confirmarem sua evolução no Mundial e terem os contratos estendidos por suas escuderias, Ferrari e Williams.

Apesar de o GP de Cingapura ser na Ásia, a programação é noturna. Assim, o primeiro treino livre, sexta-feira, começa no horário de Brasília às 7 horas. A classificação, sábado, às 10 horas. A largada da corrida de 61 voltas, domingo, será às 9 horas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.