Reprodução/Vasco Flickr
Reprodução/Vasco Flickr

Vice com o Vasco, campeã mundial Fabiana Beltrame se despede do remo

Atleta não conseguiu classificação para a Rio-2016, mas participou de outras três olimpíadas

Estadão Conteúdo

27 de novembro de 2016 | 15h23

Chegou ao fim neste domingo a carreira mais vitoriosa do remo brasileiro. Fabiana Beltrame, campeã mundial em 2011, se despediu das competições oficiais ajudando o Vasco a conquistar o vice-campeonato estadual no Rio. O título geral foi confirmado pelo Botafogo, que também vencera o Campeonato Brasileiro.

"É a última vez que peguei o barco, fui na garagem e competi uma regata de forma oficial. Foi muito emocionante todo esse reconhecimento que recebi hoje (domingo) e também ao longo da carreira. Agradeço a todos que tiveram uma parcela nessa minha trajetória. O Vasco abriu as portas para mim no Rio e jamais vou esquecer desse clube pelo qual tenho um carinho enorme", comentou Fabiana, que há dois anos trocou o Flamengo pelo Vasco, a convite de Eurico Miranda.

A despedida foi com a medalha de ouro no single skiff, na 4ª etapa do Estadual. Beltrame se despede com 32 títulos brasileiros e nove sul-americanos. Ela ainda foi medalhista de ouro, prata e bronze em Copas do Mundo e a primeira remadora brasileira a competir em Jogos Olímpicos.

Ela esteve em Atenas-2004 e em Pequim-2008 no single skiff. Depois, foi a Londres-2012 no double skiff peso leve, competindo junto com Luana Bartholo. Fez duas finais C e uma final D. Campeã mundial em 2011 no single skiff peso leve, passou a priorizar essa prova, que não consta no programa olímpico.

A demora em definir se tentaria vaga no Rio-2016 no single skiff ou no double skiff peso-leve acabou fazendo ela ficar fora da Olimpíada, que sonhava disputar em casa. O Brasil teve direito a só um barco feminino e, por índice técnico, acabou não sendo o dela, mas o de Fernanda Nunes e Vanessa Cozzi. Aposentada aos 34 anos, Fabiana vai voltar para Florianópolis, sua cidade natal.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.