Vikings suspendem atleta acusado de agressão ao filho

Vikings suspendem atleta acusado de agressão ao filho

Adrian Peterson seria titular na partida da equipe no último fim de semana, mas foi substituído por Matt Asiata

O Estado de S. Paulo

17 Setembro 2014 | 18h21

A equipe de Minnesota voltou atrás após anunciar que manteria Adrian Peterson para a partida do próximo domingo e manterá o running back suspenso enquanto estiver respondendo acusação por agressão ao filho de quatro anos com um galho. O jogador dos Vikings é uma das principais estrelas da NFL.

A mudança na decisão foi uma recomendação da liga e, caso seja mantida, o jogador só retornará aos gramados em 2015, quando o caso deve ter um desfecho jurídico.

Na coletiva realizada nesta quarta-feira, assinada pelos donos da franquia Mark e Zygi Wilf, os dirigentes afirmam que não toeram qualquer tipo de violência contra crianças, contudo, reafirmam apoio ao jogador, que possui o maior salário e sete anos na equipe de Minnesota.

Adrian Peterson foi o melhor jogador da temporada de 2012 e seria titular dos Vikings no último fim de semana, mas foi substituído por Matt Asiata.

Contratos. Um dos motivos que levaram os Vikings a mudar a decisão foi a suspensão do contrato com a rede de hotéis Radissom, um dos principais patrocinadores da equipe. 

Mais conteúdo sobre:
futebol americano nfl Adrian Peterson

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.