Villarreal segura o Manchester United. Real vence

Espanhóis levam forte sufoco do atual campeão, mas garantem o 0 a 0. Em Madri, 2 a 0

O Estadao de S.Paulo

18 de setembro de 2008 | 00h00

Rooney arranca pela esquerda e cruza para Tevez, sozinho, desviar para o gol. O zagueiro do Villarreal salva em cima da linha. O lance, aos 26 minutos da etapa final, foi o melhor do Manchester United em sua primeira partida na defesa do título da Copa dos Campeões. Com desperdício de claras chances de gols, os ingleses estrearam com tropeço no Estádio Old Trafford, no empate por 0 a 0 com os espanhóis.O Manchester ainda teve o retorno de Cristiano Ronaldo. O astro português, afastado desde a Eurocopa, em junho, quando se machucou e teve de operar o tornozelo direito, entrou aos 16 minutos da fase final. Ronaldo correu, deu passes, finalizou e acabiy com as insinuações de que não renderia nada após a frustração por não se transferir para o Real Madrid.O resultado só não foi tão desastroso porque os outros dois rivais do Grupo E , Celtic e Aalborg, também ficaram no 0 a 0, em Glasgow.Na Espanha, o Real Madrid poderia ter saído de campo com goleada histórica, não fosse a pontaria torta de seus atacantes. Ainda assim, passou fácil pelo Bate Borisov, da Bielo-Rússia, ao ganhar por 2 a 0, gols de Sergio Ramos e Van Nistelrooy.A Juventus levou sufoco para fazer 1 a 0 no Zenit, em Turim. O gol salvador da equipe italiana veio no fim, com o meia Del Piero. O Bayern Munique bateu o Steaua, na Romênia: 1 a 0.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.