Vinokourov é pego no exame antidoping, na Volta da França

Ciclista do Casaquistão teria feito transfusão para aumentar oxigenação de seu sangue

24 de julho de 2007 | 13h16

Os escândalos na Volta da França parecem não ter fim, já que o ciclista do Casaquistão, Alexandre Vinokourov foi pego no exame antidoping, realizado no último sábado, justamente quando venceu a etapa contra o relógio, na cidade de Albi.   O anúncio do doping de Vinokourov foi dado pelo jornal francês L'Equipe, nesta terça-feira, e os testes foram conduzidos pelo laboratório Chatenay-Malabry.   De acordo com o exame, foram encontrados dois tipos de glóbulos vermelhos no sangue de Vinokourov, deixando claro que o ciclista recebeu uma transfusão de sangue momentos antes da prova. Tal ação é feita para que exista mais oxigenação do sangue e, conseqüentemente, ter vantagem na corrida.   Vinokourov, de 33 anos, era um dos favoritos ao título da Volta da França, mas sofreu um acidente na quinta etapa, tendo que levar pontos nos dois joelhos. Depois, o ciclista do Casaquistão se recuperou, vencendo a 13.ª e 15.ª etapas, ficando com a 23.ª posição provisória na classificação geral.   O atual líder, o dinamarquês Michael Rasmussen, também está envolvido em escândalos relacionados ao doping. Recentemente, uma revista norte-americana afirmou que Rasmussen teria traficado substâncias ilegais para os Estados Unidos.   Fora da Volta da França   Ao saber do doping de um de seus atletas, a equipe Astana declarou que está fora do restante da Volta da França.

Tudo o que sabemos sobre:
ciclismoVolta da França

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.