Violência no estádio vira crime

Governo anuncia projeto de lei e cadastro de torcedores

, O Estadao de S.Paulo

14 de março de 2009 | 00h00

Atos de violência por parte de torcedores ou de torcidas organizadas nos estádios, nas vizinhanças e nos trajetos para as partidas serão tratados como crime. Ontem, no Palácio do Planalto, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva assinou e enviou ao Congresso Nacional o projeto de lei que pretende reformular o estatuto do torcedor, criando um decreto que amplia as exigências técnicas para funcionamento dos estádios e um termo de cooperação para monitorar o acesso de torcedores. As propostas fazem parte do projeto para a Copa de 2014. A principal proposta é a de cadastrar todos os torcedores, com mais de 16 anos, que terão de apresentar um cartão magnético, com foto e digital, para assistir aos jogos. Segundo o Ministro do Esporte, Orlando Silva, o cadastro deverá começar a ser feito em junho. O governo estuda uma união entre o Ministério do Esporte e a Caixa Econômica Federal para vender ingressos em casas lotéricas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.