Vitali Klitschko vence Chisora e mantém cinturão

O ucraniano Vitali Klitschko manteve o título dos pesos pesados do Conselho Mundial de Boxe ao superar o desafiante britânico Dereck Chisora por decisão unânime dos árbitros, em Munique, na noite de sábado. A troca de golpes, porém, continuou na entrevista coletiva após o combate, quando o derrotado brigou com o compatriota David Haye.

AE, Agência Estado

19 de fevereiro de 2012 | 10h49

Chisora provocou Haye, lembrando que ele havia perdido o cinturão da Associação Mundial de Boxe (AMB) para o irmão mais novo de Vitali, Wladimir Klitschko, em julho. Isso gerou uma discussão acalorada, até que Chisora foi em direção a Haye e os britânicos começaram a trocar golpes.

Os seguranças tentaram separar a briga, enquanto a polícia chegava ao local. Haye também discutiu com os membros da equipe de Chisora e seu treinador, Ada Booth, terminou sangrando, com um corte na cabeça. "Agora você enlouqueceu", disse Chisora a Haye.

Klitschko derrotou Chisora em uma luta na qual o ucraniano afirmou que desde o quarto assalto lutou apenas com o punho direito por ter machucado a mão esquerda. "Eu acho que todos nós ouvimos desculpas sobre um dedo do pe quebrado", disse Chisora ao se referir à derrota de Haye para Wladimir no combate que valeu o cinturão da AMB, na Alemanha.

Na sexta-feira, Chisora deu um uma tapa na cara de Vitali durante a pesagem para a luta de sábado. E o britânico voltou a provocar o adversário antes do combate ao cuspir água na cara do ucraniano durante a apresentação dos lutadores.

Vitali se enfureceu, mas enfrentou dificuldades para conter a agressividade de Chisora, de 28 anos. Mas a experiência do ucraniano, de 40 anos, foi decisiva para que dominasse o combate e vencesse a luta. "Para ser honesto, eu queria derrubá-lo", disse Klitschko.

Os juízes deram a vitória a Vitali por decisão unânime com as pontuações 118 a 110, 118 a 110 e 119 a 111. Klitschko está no seu cartel com 44 vitórias e duas derrotas, com 40 nocautes. O ucraniano defendeu o seu cinturão pela décima vez, desde que o conquistou em 2004, contra Corrie Sanders. Ja Chisora está com 15 vitórias e três derrotas, com nove nocautes.

Tudo o que sabemos sobre:
boxeVitali KlitschkoDerek Chisora

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.