Victor Ferraz diz que Santos jogou mal e culpa falta de entrosamento por derrota

'Até o Barcelona sem Messi, Neymar e Suárez vira time normal'

Fábio Hecico, Estadão Conteúdo

29 de maio de 2016 | 20h54

Poucos santistas quiseram falar após a derrota para o Internacional por 1 a 0, neste domingo, na Vila Belmiro, pelo Campeonato Brasileiro. Acostumado a dar a cara a tapa, o lateral-direito Victor Ferraz assumiu que a equipe jogou mal e fez uma declaração dura para cobrar calma ao torcedor, que xingou bastante o time e vaiou em grande parte dos 90 minutos.

"Claro que não fomos bem, mas temos muita gente nova. Demora para quem entrou me entender, entender como o Zequinha (Zeca) joga", afirmou o lateral-direito. "Não estou culpando quem entrou, meu Deus, se for para entender isso, assumo a culpa sozinho. Quero dizer que a torcida precisa ter paciência, pois estamos muito mudados", disse.

Victor Ferraz buscou em um gigante da Europa um exemplo para explicar o atual momento do Santos. "Pega o Barcelona e tira o Messi, o Neymar e o Suárez de uma só vez, fica um time normal. Terá bons jogadores para entrar, mas será diferente. A seleção tirou nossos três melhores jogadores (na verdade, apenas Lucas Lima e Gabriel, já que Ricardo Oliveira foi cortado por lesão). Fica difícil sem os melhores."

Apesar do desabafo, o lateral-direito santista não tirou os méritos do oponente, que fez uma boa partida na Vila Belmiro e quebrou uma longa invencibilidade do Santos em casa. "O Inter jogou bem e mereceu vencer".

Visão diferente teve o volante e capitão Renato. Mesmo com a apresentação bem ruim em casa do Santos, ele não admitiu que a equipe ficou devendo futebol. "A equipe lutou e teve oportunidades para vencer. Não fez e o Inter encontrou um gol", afirmou. "Sabíamos das dificuldades e que era necessário ter paciência. Mas o Danilo (Fernandes, goleiro) foi bem e, repito, nossa equipe criou oportunidades".

O técnico Dorival Junior reconheceu os méritos dos gaúchos. "Eles foram superiores desde o começo e merecerem ganhar, não temos nada o que contestar. Foi um resultado justo."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.