Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

'Vitória dá confiança', diz artilheiro

Feliz por ter decidido o clássico com dois gols, Luis Fabiano confia em uma boa sequência do São Paulo no campeonato

DANIEL BATISTA, O Estado de S.Paulo

27 de agosto de 2012 | 03h02

O dia de ontem vai ficar marcado para o torcedor são-paulino e para Luis Fabiano. A vitória não poderia ter vindo com maior requinte de crueldade. O artilheiro do São Paulo, que estava fora há seis jogos, voltou justamente contra o maior rival e comandou a vitória de virada. Fazia tempo que a torcida tricolor não via Luis Fabiano honrar o seu apelido de Fabuloso.

Ao final do jogo, os holofotes estavam em cima do atacante, que tirou um peso das costas. Desde que retornou ao São Paulo, em março do ano passado, ele ainda não havia enfrentado o Corinthians. Nos três jogos disputados nesse período, ele se recuperava de contusão.

Mas Luis Fabiano não quis deixar o gramado como salvador da pátria. "Não foi a vitória do Luis Fabiano. Foi de todo o grupo. Fomos 11 guerreiros, porque sabíamos da dificuldade que teríamos nesse jogo, mas jamais desistimos de lutar. Vencemos porque fomos inteligentes e ninguém se entregou", disse o atacante, que voltou ao time após se recuperar de um estiramento na coxa esquerda.

Durante o jogo, Luis Fabiano estava visivelmente ansioso. Cansou de ficar em impedimento e reclamar com a arbitragem. Por estar voltando ao time e disputar o primeiro clássico contra o Corinthians, ele sabia que a cobrança era toda em cima dele. Mas para sua tranquilidade, ele contou com um inspirado Jadson e um ligado Lucas, que assim como o atacante, também tiveram destaque na vitória.

Animado, o atacante sabe que o Corinthians foi melhor, mas a postura demonstrada pelo São Paulo durante os momentos de sufoco e quando esteve à frente do placar faz ele mostrar confiança. "Essa vitória dá moral e confiança. Estamos distantes do G-4, mas temos que continuar na humildade e saber que com essa vontade a gente joga contra qualquer time. O problema é que o time é meio sonolento, às vezes", disse, sem deixar de dar uma leve 'cornetada' no time.

Confiança. O técnico Ney Franco também rasgou elogios ao atacante. "Se ele estivesse jogando todos os jogos, com certeza estaríamos em situação melhor no campeonato".

Além da diferença que Luis Fabiano pode fazer em campo, outro favor destacado entre os são-paulinos é que a vitória representou mais do que "só" três pontos na tabela. Pela pressão que estava em cima do elenco, o resultado pode trazer mais confiança.

"Dá uma esperança de encurtar a diferença para o G-4 e a torcida pode voltar a ter confiança no time", analisou o goleiro Rogério Ceni.

Lucas comemorou o fim do tabu e mandou um recado para os adversários. "Temos que valorizar essa vitória, porque vencemos na casa deles. E ainda vamos incomodar bastante no campeonato."

Ney Franco admite que a atuação no primeiro tempo o preocupou, mas gostou da postura adotada na etapa final. "Entregamos um gol para o Corinthians por nervosismo. Mas no segundo tempo tivemos uma atuação soberana. Merecemos a vitória."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.