Vitória em casa deixa jogadores aliviados

São Paulo tropeçou nos dois jogos anteriores que fez no Morumbi e ontem saiu classificado e[br]aplaudido pela torcida

Bruno Deiro, O Estado de S.Paulo

25 de agosto de 2011 | 00h00

Voltar a vencer jogando diante da torcida trouxe alívio aos jogadores do São Paulo. Desta vez, em vez de vaias, o time saiu de campo sob aplausos da torcida, depois dos 3 a 0 sobre o Ceará. "A gente estava precisando. Fazia tempo que não conseguíamos ganhar no nosso campo (desde o dia 4)"", admitiu Rivaldo.

Ontem, o meia entrou em campo com o resultado definido com uma única missão: administrar o resultado: "Entrei no momento certo, para tranquilizar. Estava 3 a 0, mas se eles fazem um gol podia complicar. Por isso, meu trabalho foi tocar a bola, segurar, administrar o jogo.""

Após sofrer com lesões, suspensões e atletas convocados para as seleções sub-20 e principal, Adilson Batista terá seus principais jogadores à disposição na Vila domingo, contra o Santos - inclusive os atacantes Henrique e Willian José, que não estavam relacionados para o jogo de ontem pela Sul-Americana.

A principal dúvida para o clássico é como Adilson pretende montar a equipe para tentar parar Neymar e cia, após surpreender nos dois últimos jogos. Indeciso, o treinador tem recorrido às opções usadas por seu predecessor, Paulo César Carpegiani.

Contra o Palmeiras, Adilson retomou o 3-5-2 e, sem Lucas, pôs Fernandinho ao lado de Dagoberto no ataque. Segundo os próprios jogadores, a formação com três zagueiros foi usada por conta da bola parada com Marcos Assunção, a jogada mais forte do ataque palmeirense.

Ontem, o técnico manteve Fernandinho no ataque e recuou Lucas para o meio-campo, repetindo a solução usada por Carpegiani. E, claro, deixou Rivaldo na reserva, opção que causou muitas polêmicas com o antigo treinador do Tricolor.

Jogando fora de casa, porém, a tendência é que Adilson Batista volte a apostar nos contra-ataques e recoloque Lucas mais adiantado ao lado de Dagoberto para ganhar velocidade. Com isso, Fernandinho perderia a vaga mais uma vez.

Visitante incômodo. A motivação para a torcida do Tricolor crer em um bom resultado na Vila Belmiro vem do ótimo desempenho que o São Paulo tem conseguido mostrar como visitante neste Campeonato Brasileiro.

Em nove partidas fora do Morumbi pela competição, o time apresentou seu melhor futebol e conseguiu seis vitórias e um empate - aproveitamento de pouco mais de 70%. Em casa, com apenas quatro vitórias, este porcentual cai para 55,5%.

Uma das duas derrotas como visitante neste Brasileiro, no entanto, veio justamente num clássico e foi a queda mais dolorida do time na temporada. Jogando no Pacaembu, o Tricolor apanhou de 5 a 0 do Corinthians, depois de 5 vitórias seguidas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.