Maurício Kaye/FIVB/Divulgação
Maurício Kaye/FIVB/Divulgação

Vôlei de praia do Brasil coloca duas duplas nas oitavas do Circuito Mundial

As duplas Bruno Schmidt/Pedro Solberg e Alison/Emanuel conseguem vaga direta

AE, Agência Estado

10 de outubro de 2013 | 20h25

SÃO PAULO - O Brasil garantiu nesta quinta-feira a classificação de duas duplas para as oitavas de final da chave masculina do Grand Slam de São Paulo, etapa do Circuito Mundial de Vôlei de Praia. Bruno Schmidt/Pedro Solberg e Alison/Emanuel conseguiram a vaga direta, após terem terminado na liderança de seus grupos. Enquanto isso, Ricardo/Álvaro Filho e Thiago/Oscar caíram na repescagem, mantendo as chances de título. E os únicos brasileiros eliminados precocemente foram Evandro e Vitor Felipe.

Bruno Schmidt e Pedro Solberg são a única dupla do Brasil ainda invicta na chave masculina, após a disputa das três rodadas da primeira fase. Nesta quinta-feira, eles ganharam dos norte-americanos Dalhausser e Jennings (21/12, 19/21 e 15/12) e dos austríacos Petutschnig e Horst (21/15 e 21/16). Assim, ficaram na liderança do Grupo B e mantiveram a perseguição aos letões Smedins e Samoilovs na luta pela primeira posição do ranking da temporada - estão 410 pontos atrás.

Alison e Emanuel também terminaram na liderança da chave, mas não conseguiram uma campanha invicta nas quadras montadas no Parque Villa-Lobos, na capital paulista. Depois de somarem uma vitória no dia anterior, eles fizeram dois jogos nesta quinta-feira: ganharam dos holandeses Stiekema e Varenhorst (21/18 e 21/17), mas perderam para os poloneses Fijalek e Prudel (15/21, 21/17 e 15/9). Mesmo assim, os brasileiros ficaram em primeiro lugar no Grupo G pelos critérios de desempate.

Agora, Bruno Schmidt/Pedro Solberg e Alison/Emanuel esperam a definição de seus adversários nas oitavas de final, que sairão da repescagem marcada para acontecer nesta sexta-feira. Entre seus possíveis oponentes estão duas outras duplas do Brasil: Ricardo/Álvaro Filho e Thiago/Oscar, que, por não terem conseguido a primeira colocação de seus grupos, precisam jogar mais uma vez para avançar e poder chegar ao grupo dos 16 melhores da competição disputada em São Paulo.

Em terceiro lugar no ranking, ainda com chances de conquistar o título da temporada, Ricardo e Álvaro Filho venceram os alemães Böckermann e Urbatzka (21/11 e 21/14) e perderam para os também alemães Dollinger e Flüggen (21/14 e 21/11), ficando em segundo lugar no Grupo A. Já Thiago e Oscar foram derrotados duas vezes nesta quinta-feira, diante dos russos Semenov e Koshkarev (21/17, 19/21 e 15/10) e dos mexicanos Virgen e Ontiveros (21/18 e 21/17), mas entraram na repescagem por causa da vitória do dia anterior, que os deixou na terceira colocação do Grupo E.

Assim, a única dupla do Brasil já eliminada na chave masculina da primeira etapa da história do Circuito Mundial de Vôlei de Praia que acontece na cidade de São Paulo foi Evandro e Vitor Felipe. Nesta quinta-feira, eles perderam para os suíços Chevallier e Prawdzic (21/19, 20/22 e 15/9) e nem chegaram a jogar na terceira rodada, porque o alemão Matysik, parceiro de Erdmann, alegou uma lesão. Com isso, os brasileiros terminaram em quarto lugar no Grupo H, fora até mesmo da repescagem.

Tudo o que sabemos sobre:
vôlei de praiaCircuito Mundial

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.