Vôlei feminino do Brasil vence no Grand Prix

A seleção brasileira de vôlei feminino venceu a equipe da Coréia do Sul por 3 sets a 1 na madrugada deste sábado e confirmou sua classificação para a próxima fase do Grand Prix. O time do técnico José Roberto Guimarães encontrou dificuldades apenas no segundo set, mas conseguiu retomar o controle da partida e venceu com parciais de 25/10, 23/25, 25/12 e 25/10). As brasileiras voltam à quadra na madrugada deste domingo, às 4h (de Brasília) para o confronto diante de Cuba.A classificação à fase final do Grand Prix foi garantida antesmesmo de a seleção entrar em quadra, já que pouco antes a seleção de Cuba derrotora Holanda por 3 a 0. Mas o Brasil também fez a sua parte e logo no início abriu 7 pontos de vantagem. Bem em todos os fundamentos, marcando 14 pontos de ataque, quatro de bloqueio, dois de saque e outros cinco em erros adversários, o time fechou o primeiro set em 25 a 10 num ataque da oposto Sheilla.No único momento de pane da seleção brasileira na partida ocorreu no segundo set e as coreanas souberam aproveitar. Desconcentrada, a seleção errou no bloqueio e o saque não funcionou. Sempre atrás no placar, o time brasileiro encostou no finalzinho, mas acabou perdendo a segunda série de forma surpreendente.Depois do susto, o time reagiu e retomou o controle. Sem dar qualquer chance às coreanas, a equipe mostrou a sua força com umvoleibol de qualidade, de poucos erros. Fechou o terceiro set em 25 a 12,num saque para fora de Song-Yi Han, e o quarto em 25 a 10, num ataque deJaqueline.Zé Roberto, assim como todas as jogadoras, só criticou o desempenho daequipe no segundo set. "É aquela coisa de ganhar um set de 25 a 10 e acharque o jogo já está ganho. A Coréia passou a analisar a possibilidade de comoreagir e soube aproveitar. E quando estão à frente no placar, é difícil derecuperar. Temos que ser a equipe do primeiro, terceiro e quarto sets, quejoga com atenção, dedicação e seriedade", declara o técnico.A equipe brasileirajogou com Marcelle, Renatinha, Sassá, Paula Pequeno,Valeskinha e Carol Gattaz. Líbero: Fabi. Entraram: Carol, Sheilla, Jaqueline e Kátia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.