Vôlei feminino tem desafio contra russas

A seleção brasileira feminina de vôlei terá amanhã o seu primeiro grande desafio no Grand Prix, disputado na Itália. Enfrentará a Rússia, atual campeã do torneio e líder do ranking mundial, às 13 horas (de Brasília), pelo Grupo B. A Rússia é a equipe com maior média de altura (1,89 metro). Destaque para a ponteira Ekaterina Gamova, com 2,04 metros. Hoje, o Brasil voltou a vencer com certa facilidade seu adversário: depois de arrasar a Tailândia, venceu o Canadá por 3 sets a 0, parciais de 25/23, 25/18 e 25/20, em 1h20 de partida. A ponteira Raquel, já recuperada de forte gripe, entrou na partida contra as canadenses e deve voltar no confronto com as russas. "Elas perderam para a Coréia (por 3 a 1 logo na estréia), e mostraram que não estão tão fortes como antes. Ainda assim, espero muita dificuldade já que elas crescem quando jogam contra o Brasil", comentou a jogadora. Hoje, a Rússia venceu a Tailândia por 3 sets a 0 (25/18, 25/21 e 25/19). A oposto da equipe, Plotnikova, torceu o tornozelo esquerdo e é dúvida para o jogo de amanhã. Virna foi a maior pontuador (13 pontos). Paula e Sheila (11), Valeskinha e Fabi (10) também se destacaram.

Agencia Estado,

22 de julho de 2003 | 18h07

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.