Vôlei masculino enfrentará a Polônia

Na última Olimpíada, o Brasil perdeu para a Argentina nas quartas-de-final e ficou fora da disputa por medalha. Mas isso foi na época de Radamés Lattari. Hoje, a seleção vive a era vitoriosa de Bernardo Rezende, o Bernardinho. E terá pela frente, pelas quartas-de final do torneio olímpico, a seleção da Polônia, 4.ª colocada da chave A, quarta-feira, às 15h30 (de Brasília). Hoje, o Brasil, já classificado em primeiro do Grupo B (quatro vitórias e uma derrota), perdeu a invencibilidade ao cair diante dos Estados Unidos em jogo que cumpria tabela. Bernardinho colocou em quadra os reservas e eles perderam por 3 sets a 1, (25/22, 25/23, 18/25 e 25/22). O grupo da morte, o mais forte da Olimpíada, teve empate entre três equipes (3 vitórias e 2 derrotas) e a classificação foi definida no saldo de sets. A Itália (2.º) jogará com a Argentina (3.ª da chave A, com quatro vitórias e uma derrota). Os Estados Unidos (3.º) terão pela frente os gregos (2.º, com campanha igual a da Argentina, mas com vantagem no saldo de sets) e a Rússia (3.º) enfrentará a Sérvia e Montenegro (líder da chave A com quatro vitórias e uma derrota).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.