Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Volta ao Mundo seleciona velejadores

A disputa para dar a volta ao mundo a bordo do veleiro holandês ABN Amro 2 entra na reta final com a participação de 12 velejadores, incluindo três brasileiros que permanecem na briga por oito vagas. O barco disputará a Volvo Ocean Race, regata que terá largada em novembro, partindo da Espanha, e término oito meses depois. Há dez dias, 20 candidatos deram início à fase final da seletiva, em Portimão - todo o processo começou no fim de 2004, com cerca de 1.000 inscritos, de dez países. O Brasil terá duas vagas na tripulação do veleiro holandês.Nesta semana, será realizada a prova de fogo. Divididos em três grupos de quatro, os velejadores fazem turnos de 12 horas, por seis de descanso a bordo de um imponente barco de 60 pés, que navega dia e noite nas águas do litoral sul de Portugal. A divulgação dos oito selecionados será sexta-feira.Depois de exaustivos testes físicos, avaliações médicas e simulados no mar, os candidatos sabem que é hora de manter o equilíbrio. "Todos que estão aqui sabem velejar muito bem. A parte técnica é praticamente igual. Agora precisamos ver quem tem o preparo mental suficiente para conviver um mês a bordo sem se estressar com os tripulantes companheiros" , considera o paulista Edgardo Vieytes, de 25 anos, que tem corrido regatas oceânicas na Austrália e Itália. Os outros dois brasileiros são Lucas Brun, de 21 anos, e André Mirsky, de 29, do Rio.A tranqüilidade de Portimão contrasta com a ansiedade vivida pelos velejadores.O pequeno balneário na região de Algarve tem menos de 30 mil habitantes e começa a se preparar para receber um número dez vezes maior de turistas no próximo verão. As construções de prédios de quatro ou cinco andares tomam conta da cidade. Nesses primeiros dias de primavera na Europa, a temperatura tem variado entre 10 e 15 graus. Os ventos, porém, são constantes no período da tarde, geralmente na direção sudeste. Portimão está para os portugueses, como Ilhabela e Búzios para os velejadores brasileiros.A Marina de Portimão é gigantesca. Faz parte de uma garganta de falésias que escolta o Rio Arade até o Atlântico Norte. O Forte de Santa Catarina, erguido no século XVI, está bem acima da marina. A construção que serviu para a defesa das terras em épocas passadas parece agora proteger dezenas de embarcações que repousam enquanto o verão não chega ao hemisfério norte.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.