Volta da Alemanha é cancelada por escândalo de doping

Recentes casos de doping afastaram os patrocinadores, inviabilizando o financiamento da prova

AE-AP, Agencia Estado

16 de outubro de 2008 | 14h02

A Federação Alemã de Ciclismo (BDR - sigla em alemão) divulgou nesta quinta-feira que a Volta da Alemanha de ciclismo, maior evento da modalidade no país, não será realizada em 2009 por conta dos recentes escândalos de doping no esporte.Segundo o diretor da Volta da Alemanha, Kai Rapp, os recentes casos de doping afastaram os patrocinadores, inviabilizando o financiamento da prova. Nesta quinta-feira, duas redes nacionais de comunicação da Alemanha, a ARD e ZDF, também informaram que não transmitirão a Volta da França, em 2009, enquanto uma prova em Stuttgart já havia sido cancelada na quarta pelo mesmo motivo.O esporte ganhou força no país após o ciclista alemão Jan Ullrich vencer a Volta da França, em 1997, e conquistar a medalha de ouro no ciclismo de estrada na Olimpíada de Sydney, em 2000. Na última edição da Volta da França, o alemão Stefan Schumacher venceu duas etapas da prova, mas foi flagrado no exame antidoping pelo uso do CERA - hormônio sintético derivado do EPO.

Tudo o que sabemos sobre:
ciclismoVolta da Alemanhadoping

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.