Vovôs devem jogar juntos no meio campo

Com a suspensão de Diego Souza, técnico Ricardo Gomes pode escalar Juninho, de 36 anos, e Felipe, de 33

, O Estado de S.Paulo

14 de agosto de 2011 | 00h00

O técnico Ricardo Gomes tem promovido uma espécie de rodízio entre seus veteranos do meio de campo. Ora Juninho atua os 90 minutos, com Felipe entrando no decorrer do jogo, ora dá-se o inverso. Mas para encarar os palmeirenses novamente, Gomes pode se ver forçado a lançar os dois de início. Diego Souza está suspenso e abre vaga no meio de campo.

Caso queira preservar Juninho, de 36 anos, pelo menos por alguns minutos, a opção é manter Bernardo. "Pela minha vontade quero estar em campo, mas a palavra final é do Ricardo Gomes", disse Juninho Pernambucano, que espera muito mais dificuldades no jogo de hoje em relação ao de quinta-feira, pelo fato das duas equipes se conhecerem ainda mais. "Essa sequência de jogos faz a gente perder um pouco o elemento surpresa, as situações ficam mais previsíveis. Faltam 90 minutos ainda. No Brasileiro precisamos da vitória pois viemos de derrota. Dois resultados ruins no Nacional podem nos distanciar dos primeiros colocados."

Desfalque na zaga. Outra ausência é Dedé. O zagueiro, que esteve com a seleção brasileira para o amistoso contra a Alemanha, também cumpre suspensão. Renato Silva se portou bem contra os alviverdes na quinta-feira, em sua estreia, e fica ao lado de Anderson Martins, que encheu a bola do companheiro. "Apesar de não termos jogado juntos antes, nos entrosamos na base da conversa. Ele foi muito bem na estreia e ficamos mais felizes ainda por não termos sofrido nenhum gol."

Já Julinho parece ter conquistado a confiança do treinador e vai ser mantido na lateral-esquerda. "Ele entrou muito bem. Inclusive defensivamente. Em determinados momentos eu até queria que ele apoiasse mais. Pedi isso no intervalo. Sei que ele tem condições de subir mais do que fez no jogo. Mas a orientação tática dele foi uma surpresa para mim. Agora ele briga diretamente com o Marcio Careca", disse o treinador, deixando claro que o antigo titular da posição agora vai ter que lutar por espaço.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.