Washington é relacionado, mas ainda deve sair

Washington não sabe o que é vestir a camisa do São Paulo há quase dois meses. Ontem, porém, o técnico Ricardo Gomes informou que o camisa 9 está relacionado para o jogo contra o Avaí, embora sua saída do clube ainda não tinha sido descartada.

, O Estado de S.Paulo

14 de julho de 2010 | 00h00

Gomes afirmou que Washington mudou de atitude e merecia uma nova chance. "Tivemos várias conversas. Ele demorou a entender (as mudanças), mas está com a cabeça diferente. Acho que está tudo resolvido."

Washington fez sua última partida em 16 de maio, na derrota para o Botafogo por 2 a 1, na 2ª rodada do Brasileiro. Afastado do time por reclamar em várias oportunidades de substituições e da reserva, o atacante não deixou o Morumbi, embora as portas do clubes ainda estejam abertas. "Ele disse que estava desmotivado e o combinado com seu empresário (Gilmar Rinaldi) é que ele procuraria um time. Estamos aguardando", confirmou o diretor de futebol João Paulo de Jesus Lopes.

Atlético-PR, Flamengo, Vasco e Goiás apareceram como interessados, mas as conversas não vingaram. Washington, de 35 anos, recebe um dos salários mais altos do time - estimados R$ 175 mil - e tem contrato até o fim da temporada.

Cléber Santana também reaparece na equipe hoje. O meia, contratado junto ao Atlético de Madri no início do ano, foi alvo de interesse do Fluminense. Deixou de ser relacionado até que a transação ocorresse. Mas como nada aconteceu, está de volta à equipe. "A situação dele era diferente (da de Washington)", comparou o dirigente. "Aguardamos uma proposta, mas ela nunca veio.". Casemiro, volante de 18 anos que foi campeão da Copa São Paulo, é outra novidade. / A.R.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.