Washington pede ânimo novo no São Paulo

O clima no São Paulo não é o ideal. Os próprios jogadores admitem que poderia ser bem melhor. Os dois empates pelo Campeonato Brasileiro deixaram um rastro de desconfiança no ar para a decisão com o Cruzeiro, quinta-feira, pela Libertadores. Um dos mais experientes do grupo, o centroavante Washington tratou de tranquilizar a torcida. "Poderíamos estar numa situação melhor, claro, mas isso não vai refletir no jogo contra o Cruzeiro", garantiu o artilheiro. "Todos sabem da responsabilidade que é a Libertadores, por isso não vai afetar."A receita para conseguir a vitória é simples, na opinião do camisa 9 tricolor. Ele acredita que o ambiente que envolve um jogo pelo torneio sul-americano muda o ânimo dos jogadores. "Foi um dos motivos pelos quais vencemos o Cruzeiro (3 a 0, pelo Brasileiro). Tínhamos acabado de vir de um confronto pela Libertadores." Ele garante que a vitória sobre os mineiros naquela ocasião não mudará muita coisa agora. "Não podemos deixar que os 3 a 0 nos enganem. É outro jogo, outra situação."Para Washington, esta semana é a mais importante do ano. "É parecida com a que o São Paulo viveu no ano passado (no confronto com o Fluminense). A fase é a mesma. Espero que o resultado seja o mesmo que foi para mim." Em 2008, ele defendia o time do Rio, que se classificou para as semifinais.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.