Wiki Wiki vence Eldorado-Alcatrazes

A regata Eldorado-Alcatrazes por Boreste, que abriu a Semana de Vela de Ilhabela no sábado, terminou apenas na madrugada de domingo. Os tripulantes do barco ?Curupira? foram anunciados como vencedores, mas, após serem feitas todas as correções dos tempos, a primeira colocação passou para o barco ?Wiki Wiki?. O barco argentino ?Flash Gordon? foi o fita azul ? o barco que primeiro cruzou a linha de chegada. No tempo corrigido, o ?Wiki Wiki?, de 40.7 pés, comandado por Geraldo Lowbeer, marcou 4h03m15s, seguido pelo ?Pajero TR4/Daslu? (4h03min38s), de Eduardo Souza Ramos, e pelo ?Curupira? (4h03min40s), de Mark Essle. O trimmer (responsável pelo ajuste das velas) do ?Wiki Wiki?, Nelson Ilha, não sabia da vitória do seu barco. Quando soube do resultado, estava em São Paulo quase embarcando para Porto Alegre. ?Estou feliz e surpreso com a notícia. Sabia que tínhamos feito uma ótima regata, mas a vitória foi um prêmio especial para nossa tripulação que, embora não tenha treinado junta, se entrosou muito bem durante a Eldorado-Alcatrazes?, afirmou o velejador, que foi o único representante do Brasil na arbitragem da vela nos Jogos Olímpicos de Sydney/2000. Nelson explicou a estratégia da tripulação: ?Largamos bem e depois de quatro horas de regata fizemos uma opção pelo Leste e logo entrou um vento de 18 nós nesta direção que nos conduziu para a ponta, o que foi fundamental para a vitória.? Em seguida, detalhou: ?Nossa prioridade é vencer a classe 40.7 pés que tem 13 barcos e nomes importantes como o de Robert Scheidt. Ganhar a Semana de Vela será lucro.? O velejador voltará a Ilhabela na noite de terça-feira para disputar as regatas restantes do evento, que termina no próximo sábado. Os argentinos do ?Flash Gordon?, desde que desembarcaram, formaram um grupo fechado e isolado dos competidores brasileiros. Quando desembarcaram no Yacht Club de Ilhabela, festejaram e fizeram questão de mostrar as camisetas com as cores azul e branca, em uma tentativa de vingar o fiasco argentino na Copa do Mundo. ?Há uma grande rivalidade entre Argentina e Brasil, claro que sinto satisfação em ganhar aqui?, disse Nicolas Moreno, um dos tripulantes da embarcação argentina, que contou com 13 pessoas. Benjamin Haymes, filho do comandante do barco, abrandou: ?Não importa a Copa, isso passa. A regata foi muito linda e vamos participar muitas vezes.? Além de brasileiros, o ?Pajero?, embarcação de Eduardo Souza Ramos, conta com tripulantes da Argentina, Suécia e Nova Zelândia. ?Os melhores times de futebol do mundo têm jogadores de várias partes do mundo, não é? Além de serem bons velejadores, são meus amigos também?, assinalou o comandante.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.